Paul McCartney e Sony/ATV chegam a acordo em disputa por direitos das músicas dos Beatles


Chegou ao fim a disputa entre Sir Paul McCartney e a Sony/ATV pelas músicas dos Beatles. De acordo com o The Hollywood Reporter, as duas partes chegaram a um acordo na última quinta-feira, encerrando o processo aberto pelo britânico para obter novamente os direitos das canções do grupo.

O que estava acontecendo?

Entre 1962 e 1971, John Lennon e McCartney atribuíram os direitos de algumas canções dos Beatles a várias editoras. Depois de um tempo, o catálogo acabou ficando nas mãos da ATV, que em 1985 o colocou à venda. Quem conseguiu adquirir o copyright? Michael Jackson, então amigo de McCartney. Por conta disso, a relação entre os dois ficou abalada.

Com a morte do rei do pop, seus herdeiros venderam os direitos para a Sony. Em janeiro deste ano, Paul McCartney entrou com processo contra a Sony/ATV para reaver o copyright. Segundo o El País, “uma revisão de 1976 na legislação norte-americana sobre os direitos autorais estabeleceu que os artistas que venderam seus direitos autorais a terceiros antes de 1978 poderiam retomá-los 56 anos depois da criação das obras. Como as primeiras músicas dos Beatles datam de 1962, McCartney entende que, a partir de 2018, a lei estaria a seu favor”. Dizia o processo:

“Dado que o primeiro vencimento [dos direitos autorais] terá efeito em 2018, é necessária e apropriada uma declaração judicial agora, para que Paul McCartney possa confiar tranquilamente em seus direitos.”

Apesar do acordo, ainda não se sabe como o ex-Beatle poderá usar as canções.

Ah, e falando em Paul McCartney, a lenda viva do rock vem ao Brasil este ano, já estão sabendo?